fbpx

Replantar Mudas de Roseiras

Replantar mudas de roseiras é um processo simples, cabendo porém seguir alguns passos importantes. O bom preparo do solo, a correta colocação da muda da roseira na terra e as regas são cuidados importantes nesta tarefa.

Preparar o Solo para Replantar Mudas de Roseiras

O preparo do solo no berço que receberá as mudas das nossas roseiras é uma parte essencial no desenvolvimento delas. Um solo equilibrado e rico em matéria orgânica é importante por oferecer às mudas de roseiras os melhores nutrientes e as melhores condições para o seu desenvolvimento.

boa localização do canteiro já deve ter sido foi feita, seguindo a forma como conversamos em outro texto aqui do nosso blog. Esse é um fator chave para o bom futuro das roseiras que serão replantadas agora. Da boa localização dependerá as necessárias 5 ou 6 horas mínimas diárias de sol para o bom desenvolvimento das roseiras

No preparo do solo, devemos observar se ele terá as boas características de drenagem antes de replantar as mudas. Como sabemos o solo deve ser bem drenado, não encharcado. Vale a pena, também, escolher uma boa matéria orgânica, daquela mais disponível na sua região.

Normalmente, no local onde vamos replantar a muda, fazemos uma mistura com:

  1. Terra boa: se no local do nosso canteiro o solo não for dos melhores, recomenda-se enriquecer o canteiro trazendo parte de uma boa terra recolhida num local que tenha mais húmus ou matéria orgânica decomposta. Caso o solo esteja dentro de padrões que consideramos bons, apenas o revolvemos e adicionamos um pouco de esterco já bem curtido.
  2. Areia Grossa: se houver disponibilidade, adicione um pouco de areia grossa, dessas utilizadas em construções, à terra. Ela ajudará na boa drenagem do terreno, todavia não é indispensável.
  3. Farinha de osso: este é um elemento muito bom para o desenvolvimento das mudas de roseiras a ser adicionado na nossa mistura. A farinha de osso pode ser adquirida em boas casas de jardinagem. Usamos normalmente 200 gramas de farinha de osso por roseira, bem misturada à terra.
  4. Torta de mamona: componente muito recomendado, porém deve ser usado com boa dosagem, pois em excesso pode “queimar” a planta. Cem gramas bastam por roseira.

Todos estes elementos devem ser muito bem misturados e incorporados ao berço, ou como se diz, na “cova” onde será plantada a muda de roseira.

Canteiro de roseiras

Canteiro de roseiras

Replantar a Muda no Solo

A boa colocação da muda no solo ajudará na sua fixação e enraizamento.

Caso você tenha feito uma muda com estacas de roseiras rústicas, retire a muda com cuidado do recipiente onde ela brotou. Procure não quebrar o torrão de terra onde ela estava e o leve de forma cuidadosa para o local definitivo, que já foi preparado.

Se você tem em mãos uma muda proveniente de enxertia, observe bem o ponto de enxerto, onde nasceu o broto e o posicione cerca de um centímetro acima do nível do solo.

Coloque a muda no local aberto para ela e chegue a terra restante. De maneira firme, porém cuidadosa, aperte a terra ao seu redor da muda até ela fica bem fixada.

Arrume bem a terra do berço, coloque uma estaca para amparar temporariamente a muda caso perceba que ela esteja precisando ser tutorada no início.

Sobre o solo, coloque restos de palha seca, pedaços de cascas secas de árvore ou mesmo restos de poda de grama, já secos. Isso ajudará a proteger e a manter úmido o solo.

Regas quando Replantar Mudas de Roseiras

Há um ditado que diz que roseiras adoram água, mas detestam ficar encharcadas. É isso mesmo, regar bem nossas roseiras é necessário, porém devemos ser cuidadosos e evitar excessos.

Ao replantar uma muda, regue-a muito bem até o solo se acomodar ao seu redor. Depois, diariamente, vá irrigando-a até que ela atinja o seu desenvolvimento pleno. Procure não jogar água nas folhas da roseira, direcione a água para o solo, ao pé da roseira.

Principalmente em dias quentes não deixe de regar suas roseiras. No geral, elas aguentam um pouco a falta de água, porém se bem irrigadas estarão mais saudáveis e bonitas.

Vídeo sobre Replantar uma Muda de Roseir

Para facilitar e ilustrar como replantar uma muda, fizemos um vídeo mostrando na prática como replantamos nossas mudas de roseiras. Você pode vê-lo clicando na imagem abaixo.

Caminhando entre Estrelas

Finalmente, e já que estamos falando em aromas e perfumes, também os senti de diversas maneiras quando peregrinava no Caminho de Santiago de Compostela. Escrevi um livro que está à sua disposição, relatando as emoções dessa peregrinação.

Se você gosta de experiências como essa, veja mais aqui neste mesmo site, clique aqui: Caminhando entre Estrelas – uma peregrinação a Santiago de Compostela

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest

Conheça o E-book Caminhando entre Estrelas

Sinta as emoções diárias narradas no Caminho de Santiago e aprenda a se preparar física e espiritualmente para a tua jornada.
Clique aqui para obter o seu e-book ilustrado com fotos.

O livro físico pode ser adquirido diretamente com o autor. envie mensagem clicando aqui

Categorias

Últimos Posts

Inscreva-se na Newsletter

Preencha com seus dados e fique por dentro de todas as as nossas novidades!

Caminhando entre Estrelas